Cyberbullying


Cyberbullying é um tipo de violência contra uma pessoa praticada através da internet ou de outras tecnologias relacionadas. Praticar cyberbullying significa usar o espaço virtual para intimidar e hostilizar uma pessoa (colega de escola, professores, ou mesmo pessoas desconhecidas), difamando, insultando ou atacando covardemente.

O termo é formado a partir da junção das palavras “bullying”, que significa o ato de intimidar ou humilhar uma pessoa, e “cyber”, termo associado a todo o tipo de comunicação virtual usando mídias digitais, como a internet.

Quando o bullying é presencial, a pessoa é agredida psicologicamente, através de apelidos pejorativos ou outros constrangimentos, ou ainda, através de agressões físicas por um atacante mais forte.

O cyberbullying é mais fácil para os agressores, porque podem fazê-lo de forma anônima nas diversas redes sociais, através de e-mails ou de torpedos com conteúdos ofensivos e caluniosos.

Por meio de leis anti-cyberbullying que atualmente vigoram, os agressores anônimos podem ser descobertos e processados por calúnia e difamação, sendo obrigados a indenizar a vítima.

Em geral, o cyberbullying é praticado entre adolescentes, mas também ocorre com frequência entre adultos.


No Brasil, ainda não há uma lei específica para punir o cyberbullying. Praticado quase sempre por jovens e adolescentes que se escondem através de identidades falsas, o crime parece ser fácil de permanecer impune. Mas é possível, sim, identificar os autores através de rastreamentos realizados por profissionais capacitados. Para isto, é importante que as vítimas, juntamente com seus responsáveis, procurem as Delegacias Especializadas em Crimes Cibernéticos. Nas cidades em que este serviço não é oferecido, os pais devem se dirigir a uma Delegacia de Polícia ou à Promotoria da Infância e Juventude, e levar páginas ou emails que contenham as ofensas para servir de prova na abertura de um inquérito.

As denúncias de cyberbullying também podem ser feitas através da SaferNet Brasil, uma associação formada por diversos profissionais (cientistas da computação, professores, pesquisadores e advogados), que hoje é considerada como referência no combate aos crimes que violam os direitos humanos através da internet.

Se você for vítima de cyberbullying, não entre em desespero ou fique acuado. Como disse Carol Favano, "gente que se dedica a atingir os outros dessa forma é porque não tem amigos, família ou vida para se ocupar. É preciso ser superior e, o mais importante, feliz, para a infelicidade dessas pessoas". E, claro, denuncie os agressores sem medo, pois quem se esconde atrás do anonimato da internet não é tão valente quanto parece.


Leia mais sobre assunto. clique aqui

Fonte

Significados

Revista CAPRICHO

Nenhum comentário:

Postar um comentário